Enogastronomia na Patagônia

Em viagem à Patagônia Argentina, na primeira semana de outubro, para visitas técnicas às bodegas e tour enogastronômico pela terra do cordeiro (chivito), das pêras William’s e maçãs, vivenciei uma experiência gastronômica sem igual no Restaurante Saurus, da Bodega Família Schroeder.

 
Depois de uma larga cata de vinhos na sala de prova da bodega, onde degustei 25 rótulos distintos, o menu executivo do Chef Sebastián Grimaldi, caiu como um manjar dos deuses, revigorante. 
 
Uma seqüência de pratos e vinhos deliciosos, que tornaram única a ocasião não só pela apresentação e qualidade das iguarias, mas também pela atmosfera que conjugava a energia dos comensais, num lindo e panorâmico restaurante, com visão bucólica dos vinhedos e um serviço impecável, com pratos e vinhos maridados na mais perfeita comunhão de bens.
 

De Entrada, Lâminas de pulpo (polvo) marinado y grillado sobre papa rústica com creme de ajos hormeados y suave salsa de dos pimentos. O vinho para este prato, um Espumante (Rosé de Noir) Rosa de Los Vientos Brut Nature, elaborado com 100% de Pinot Noir que comungou sinergicamente com o polvo. 
 
O Prato Principal: Gogot de Cordero Patagônico prensado em salsa de vino Pinot Noir, acompañado de risotto cremoso com aspárragos verdes teve como vinho cara-metade o Saurus Select Pinot Noir 2013. Um reencontro do vinho como ingrediente a acompanhante, formando um casamento perfeito com o prato. 
 
A Sobremesa: Variación de cacao y chocolates con crocante de nuez fora maridada com Saurus Pinot Noir Tardio 2010, que resultou numa assertiva combinação com o chocolate e a noz do prato. 
 
Uma manhã intensa e inesquecível, de lauta refeição e vinhos pra lá de bons, numa atmosfera capaz de alimentar o corpo, o espírito e o intelecto.
 
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário