Promessas...

Mais um ano começando e uma enxurrada de promessas está porvir. Todavia, o melhor disso tudo é que podemos recomeçar... e ainda com a possibilidade de transformar o final.

A cada dia, recebemos mais 86.400 segundos para nos ajustarmos, modificarmos nossos resultados, nossos finais, nossos começos, nossa rotina e o melhor: recebemos isso todos os dias de graça! Então, cabe-nos usar da melhor maneira, nos colocando no lugar dos outros, fazendo ao outro o que desejamos que nos façam. Dando ao outro a oportunidade de ser melhor conosco do que fomos com ele, e, assim, também nos reformarmos interiormente.
 
Compartilhar tais experiências com aqueles que nos cercam é a forma mais gratificante de crescimento, que o indivíduo possa ter. Diante disso, vamos aproveitar esses segundos que nos são ofertados, nada mais é que uma obrigação para nosso melhoramento, nosso crescimento e nosso aprendizado pessoal.
 
Compartilhe, assim, sua felicidade. Faça a promessa de sorrir mais, usar menos o celular, falar mais pessoalmente, descansar sua mente com boas risadas e desabafar com amigos do peito. Prometa que irá mais ao cinema, ao teatro, fazer mais caminhadas descompromissadas com a estética, mas compromissadas com seu bem estar, que dará mais risadas de você mesmo, que fará mais companhia para seus pais, para seus filhos e para seus amigos.
 
Prometa que sairá de casa mais vezes sem o seu carro, que andará de bicicleta, que olhará para as coisas mais simples de forma contemplativa e não de forma crítica. Prometa que fará o seu dia ser mais leve, apesar de todas as suas responsabilidades e que, ao retornar para sua casa, não dirá nada sobre os momentos difíceis, apenas ouvirá aquilo que tem para ser ouvido, com paciência e com tolerância.
 
Prometa que cozinhará mais com seus filhos, com seus cônjuges, com seus amigos, com seus vizinhos e fará parte de um grupo social fora do seu celular. Que você poderá desempenhar atividades sociais, filantrópicas e religiosas. Prometa que lerá textos edificantes na hora do desalento, da tristeza, da dificuldade, do sofrimento e da angústia. Que ofertará ao seu "anjo-protetor", suas dificuldades, mas que contará com sua força nos momentos difícies e agradecerá a Ele pela ajuda e também pela graça recebida.
 
Prometa que fará todo o possível para realizar tais promessas, porém, caso não consiga, continuará se esforçando para realizá-las, mas não se castigará e nem sofrerá por não realizar todas elas.  Afinal de contas, as promessas podem ser realizadas com calma, com paciência, com tolerância, com altivez e com a força que o Criador nos deu, basta somente que façamos a nossa parte!
 
Sejamos, então, felizes nesses 86.400 segundos que nos são ofertados diariamente e gratuitamente, e então aproveitemos da melhor forma esses momentos especiais da vida!
 
Feliz 2015 para todos os amigos e leitores!
 
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário