Sejam Bem-Vindos ao Mundo da Cerveja

Este espaço nasceu com a incumbência de trazer a todos vocês diversos temas sobre a Cerveja. Mercado, consumo, história, estilos, curiosidades e conhecimentos específicos farão parte dos nossos tópicos, além, é claro, de muitos rótulos degustados. Nesta trilha, convidamos você a embarcar conosco nessa grande aventura etílica pelo Mundo Cervejeiro!
 
A palavra "Cerveja" vem do latim cervisiae, que, por sua vez, derivou da fonte gaulesa cerevisia, possivelmente uma referência à Ceres, deusa romana dos grãos, da fertilidade e das boas colheitas. Sua definição é: Bebida levemente alcoólica, obtida pela fermentação da cevada e aromatizada com lúpulo. Esta definição faz parecer que se trata de uma bebida simples, mas ela não é.
 
E quem inventou a cerveja? Ninguém!
 
Há indícios que apontam que a cerveja foi descoberta acidentalmente há 10 mil anos. Acredita-se que alguns vasos, onde os cereais eram armazenados, ficaram expostos à chuva. Esse líquido teria passado por um processo de fermentação espontânea, que deu origem ao nosso líquido sagrado. Após o evento, foram necessários milhares de anos para que a cerveja se desenvolvesse. Muitas civilizações a adotaram, a aprimoraram e a difundiram como parte de sua cultura, fazendo com que, hoje, ela seja a terceira bebida mais consumida no mundo, atrás apenas da água e do chá.
 
Atualmente, para produzir a bebida, é necessário encontrar a combinação perfeita entre a água, dezenas de tipos de maltes, lúpulos e leveduras. É fundamental definir a maneira correta de executar um grupo de processos de cozimento, fermentação e maturação. O processo em sua totalidade pode levar semanas, meses ou, em casos específicos, até anos.Toda essa variedade de métodos de produção e ingredientes faz com que inúmeros aromas, sabores, colorações e sensações sejam oferecidos aos apreciadores.
 
Os 131 estilos de cerveja reconhecidos são divididos em três Famílias de Fermentação: Lagers (cervejas de baixa fermentação), Ales (cervejas de alta fermentação) e Lambics (cervejas de fermentação espontânea). A grande maioria dos estilos é de cervejas Ales. Em contrapartida a maior fatia de consumo está na Família das Lagers. Outra divisão comumente utilizada são as Escolas Cervejas. Nessa concepção, concentramos os estilos conforme sua origem e características. São elas: Escola Alemã, Escola Inglesa, Escola Belga e Escola Americana. Em alguns casos a última não é reconhecida, porém sobre isso, falaremos no futuro.
 
Diante de um cenário tão amplo e em constante desenvolvimento, é possível concluir que: existem cervejas para todos os gostos. Se você ainda não encontrou uma cerveja que goste, não desista! Em breve você encontrará a sua "garrafa metade"!
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário