Brioche de rei: "Não tem pão? Que comam brioche!"


Quem não se lembra dessa frase polêmica? Ela, geralmente, é mencionada nas aulas de História sobre Revolução Francesa. A mesma é atribuída à rainha Maria An tonieta ao ter sido informada que os pobres não tinham mais o que comer.

Na verdade, a história francesa esclarece que a rainha não era tão criativa assim. A expressão é bem mais antiga que a Revolução Francesa, sendo atribuída a vários governantes anteriores desde o século XV. De tão absurda, tornou-se uma piada popular, um grande símbolo de que a realeza não se importava com a situação dos pobres, que passavam fome pelas ruas.
 
Bem, sendo ou não sendo dita por Maria Antonieta, a famigerada resposta criou raízes no imaginário mundial e elevou de vez o brioche à categoria de pâtisserie da realeza. Vários séculos depois, no mês de julho/2015, um dos reis da gastronomia francesa, o premiado chef Guy Savoy, inaugurou uma loja monotemática, dedicada exclusivamente ao brioche.
 
 
O diferencial da proposta do chef está na massa, que fica entre a massa tradicional do brioche e a massa folhada. Esta foi criada para acompanhar a sua famosa sopa de alcachofra em um dos seus restaurantes laureados com estrela Michelin. Na ocasião, o recheio escolhido foi cogumelos, e a receita fez um grande sucesso.
 
Agora, tendo como aliado essencial seu chef pâtissier de confiança, Christian Boudard, Savoy decidiu investir em uma loja especializada. Eles criaram diferentes sabores da iguaria, tanto doces quanto salgados. E ainda prometem que os recheios mudarão de acordo com as estações. Quem passar hoje pelo local vai encontrar brioches recheados com frutas cristalizadas, praline rosa, pistache-damasco, parmesão e champignons. Disponíveis em dois tamanhos: individual e "bolo" para 6 a 8 pessoas.
 
É para provar e se sentir parte da realeza!
 
Le Goutdu Brioche
54 rue Mazarine 75006 Paris
Aberta de quarta a domingo, das 8h até 19h
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário