Cozinheiros ao redor do mundo!

Leitores, estou experimentando uma fase de minha profissão fora do Brasil e, com isso, tenho percebido a importância cada vez maior dessa profissão no mercado de trabalho mundial.
 
É natural que a maior parte de aluno de Gastronomia, seja de cursos de formação, Graduação ou Pós-graduação, já ouviu um dia em sala de aula: SER COZINHEIRO É TER UM TRABALHO EM QUALQUER PARTE DO MUNDO! Na verdade, essa premissa não é totalmente verdadeira. Atualmente, estou na Alemanha e busco avidamente por um cozinheiro profissional, com conhecimento, alguma experiência, vontade de aprender e deparo-me com a falta desse profissional, com essas habilidades básicas.
 
Visitei outras cozinhas e tenho recebido as mesmas observações: FALTA PESSOAL QUALIFICADO PARA ATUAR NA ÁREA!! Exatamente como no Brasil. Sobra emprego. Falta profissional que queira construir sua carreira de forma sólida, sem glamour, sem invencionices, contos de fadas ou crendices da profissão. Com a ideia de que entrarão no mercado de trabalho “ganhando rios de dinheiro, como propaga a mídia nos programas de Gastronomia, “muito glamour, muito dinheiro e pouco trabalho”!!!! Onde????
 
As cozinhas pelo mundo estão cada vez mais inteligentes, sofisticadas, tecnológicas, automatizadas e informatizadas, porém o “feeling” do profissional é o que faz tudo isso se tornar em produto final de qualidade, vendável, aceitável, comestível e proporcionador de prazeres inesquecíveis e indescritíveis ao cliente!
 
Ser cozinheiro, chef, gastrônomo, gastrólogo ou manipulador de alimentos é mais do que ser um indivíduo com competências e habilidades acadêmicas. O que é de suma importância é ter como meta principal a possibilidade de transformar matéria-prima em produto, que satisfaça a expectativa e traduza em experiência gratificante a quem consome.
 
Cozinhar e trabalhar ao redor do mundo pode e deve ser o sonho de todo profissional da área de gastronomia e artes culinárias, no entanto, sabe-se que esse sonho é muito complexo para se realizar em um curto prazo, porém pode ser criada uma estratégia simples de estudos, aumento de repertório, uso de rede de computadores, "networking", navegações produtivas, consultas e visitas a estabelecimentos, profissionais experientes e leituras.
 
Construir sua carreira de forma consciente, com foco no futuro, atuando corretamente no presente, com compromisso ético, profissional e pessoal, deve ser o lema de qualquer pessoa, porém, acredito que esse lema é mais que um pensamento formal para um cozinheiro, é quase um “MANTRA VITAL” para sua profissão.
 
Para as escolas, os docentes, os orientadores, os facilitadores, é sempre de bom tom discussões construtivas, “expertises” explícitas, “cases” de sucesso e insucesso, mostrando e dando ao futuro profissional a verdadeira imagem do mundo do trabalho, da realidade diária das cozinhas e dos comensais.
 
Assim, como escoteiros, digo: “AVANTE E AO ALTO!”, cozinheiro: O MUNDO TE ESPERA!!
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário