A Descoberta do Gosto

 
Descobrir o próprio gosto não é assim tão fácil. Primeiro, é preciso se lançar às experiências sensoriais, é preciso provar para aprovar ou reprovar, sem conceitos pré-definidos. Afinal, como saber do que se gosta sem antes experimentar, sem preconceito, toda diversidade que há no mundo do vinho.
 
O julgamento do vinho está repleto de valores subjetivos, mas também de elementos objetivos. A qualidade, dentro desse contexto, vista no âmbito da degustação, contempla igualmente valores hedônicos e técnicos. E, nesse ponto, reside a real distinção entre apreciador (aquele que analisa valores específicos de determinados vinhos) e provador (aquele que prova com acuidade técnica dos sentidos).
 
Nesse contexto, retorno ao velho chavão: "Vinho bom é aquele que você gosta", uma vez que o conceito de qualidade técnica, não necessariamente condiz com o conceito pessoal de qualidade do ponto de vista da apreciação. Mas esse aforismo não é o mesmo que: "Gosto não se discute” porque na atual versão, essa frase cunhada pelo saudoso Sérgio de Paula Santos é: "Gosto não se discute, se aprimora".
 
No entanto, para beber bem, o apreciador precisa ter em mente, com clareza, que características são, de fato, valorizadas nos vinhos que bebe. E, para tanto, é preciso se conhecer. Além disso, é da maior importância saber qual o seu tipo e estilo de vinho preferidos. Se leve ou encorpado, jovem ou maduro, complexo, amadeirado ou frutado, enfim, que valores mais o encanta nos vinhos que aprecia.
 
Caso você ainda não tenha tais respostas, só lhe resta beber toda diversidade possível para alcançá-las. No entanto, o beber de que falo, é o beber comedidamente, com acuidade de sentido e sem preconceitos, buscando respostas para as perguntas.
 
E, perceba, só depois de saber do que gosta, a crítica especializada o poderá ajudar. Isso na medida em que fizer uma descrição clara sobre os vinhos que comenta, apontando uma direção segura ao consumo, a fim de que o encoraje a investir em novas descobertas.
 
E quando você souber do que realmente aprecia, poderá desfrutar melhor do vinho, beneficiando-se da crítica, das dicas e sugestões dadas pelos conhecedores e até atendentes da sua loja preferida, comprando com mais acerto e segurança.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário