Mas e o Moinho?

A história muitas vezes se repete. A pessoa acaba de comprar sua máquina de café espresso e chega em casa cheio de expectativa. Agora, vou tomar um café delicioso, pensa, e logo após se frustra ao provar a primeira xícara. Todavia, não desiste. Insiste em diferentes quantidades de café, diferentes marcas, porém continua sem sucesso. Então, derrotada, a pessoa abandona a máquina parada em casa e volta a usar seu antigo coador, ou compra outra máquina mais cara e repete tudo de novo, até abandonar a segunda, após inúmeros insucessos. Isso tudo porque ninguém avisou antes que o mais importante seria o moinho, e não a máquina em si.
 
Como já foi falado em colunas anteriores, o espresso é o método que evidencia também as qualidades do café, no entanto, muito mais os defeitos. Realçando inclusive o sabor de oxidação do café, ou de moagem incorreta. Sendo assim para o espresso ficar gostoso de verdade, além de utilizar um café de qualidade, é obrigatório que o café seja moído exatamente no momento que será preparado. A moagem deve, ainda, ser ajustada para cada cafeteira e cada tipo de grão que você estiver utilizando. Podendo ser uma moagem mais fina ou mais grossa, dependendo de como cada grão vai se comportar, ou do tamanho da peneira do filtro utilizado na máquina, entre outros fatores. Comprar um grão de qualidade, já moído, pode muitas vezes te dar um café aceitável para o gosto de muitos, mas será muito aquém do que seria se fosse para o moedor somente na hora. 
 
Vale ainda pensar se realmente é necessária a compra de uma máquina de espresso. Hoje, há muitas opções de métodos de café filtrado que oferecem toda a qualidade que a bebida merece, como a Hario V60, Kalitta Wave, Aeropress, e tantos outros, que podem aceitar um grão comprado moído, desde que bem armazenado. Métodos que serão a melhor opção para a degustação de grãos mais exóticos, e não ficariam tão bem como espresso. Já se a preferência da máquina for por praticidade, existem ainda as opções das cápsulas que, além de práticas, alcançam um nível de sabor razoável e justo, pela facilidade de operação. 
 
Caso a escolha da compra da máquina de espresso seja realmente por gostar do café espresso em si, maravilha, mas não tem para onde fugir, será necessário o investimento no moinho. Isso, muitas vezes, pode ser mais caro que a máquina, todavia será a alma da bebida que será preparada. Nesse caso, há, um espresso bem preparado, com um moinho bem regulado, é espetacular. 
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário