Como entender o rótulo do seu café

Escolher um café de qualidade nem sempre é uma tarefa fácil. A melhor opção seria experimentar a bebida, ou sentir o aroma do grão antes de comprar, porém, como na maioria das vezes, isso não é possível, só nos resta procurar as informações lendo o rótulo, como a qualidade do produto, data da torra, espécie do café, entre outros. Você sabe entender o rótulo do café que está comprando?
 
A primeira informação que deve observar é a classificação do café. E por ordem da pior para a de melhor qualidade, são estas: Extra Forte, Tradicional, Superior, Gourmet ou Especial. Geralmente os dois primeiros tipos de café citados acima só têm esse tipo de informação relevante no rótulo, referente ao tipo do grão utilizado. Quando se está comprando um café do tipo Superior ou Gourmet, os mesmos apresentam também informações sobre a região onde foi cultivado o grão. E, algumas vezes, sobre o ponto da torra (média ou clara).
 
Quando o assunto é café especial, os rótulos são bem mais riscos de dados. Além da classificação "Especial" e da região de origem do grão, deve vir indicado que são 100% arábica, o tipo de processamento, a variedade do grão (catuaí, catucaí, tupi, Maragogipe etc). A altitude onde foi plantada (deve ser acima de 800m), notas aromáticas, e a data da torra. O processamento pode ser cereja descascado (CD), natural, ou lavado (despolpado). Cada um desses processos trará um diferente nível de complexidade ao grão.
 
Muitas vezes, os cafés especiais também têm uma embalagem com uma válvula, para permitir a saída de gases e impedir a entrada. Possuem, ainda, um fecho que permita o fechamento da própria embalagem após aberto, para ser armazenado no mesmo pacote, sem risco de estragar o grão.
 
Alguns pacotes não têm evidenciada a data da torra, porém basta subtrair um ano da data de validade para se ter essa informação.
 
É possível ainda observar alguns selos nos pacotes de café, como o selo de pureza ABIC, que indica que ali, naquele pacote, contém realmente café, e não outro cereal misturado; o selo BSCA, que classificam os cafés especiais, e SCAA ou SCAE para os especiais do exterior. Há ainda o selo de café orgânico, para aqueles registrados que não utilizam o agrotóxico no plantio.
 
Agora que você descobriu como ler um rótulo de café ficou mais fácil levar um café gostoso para casa. E até mesmo variar o tipo que está bebendo para experimentar os diferentes sabores que existem no café.
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário