Beneficiamento

Beneficiamento é a etapa em que o café será preparado para ser guardado, na  condição de verde ou cru. Isso ocorre após o processamento e a secagem. E assim como com qualquer grão (milho, soja, trigo e outros) a fase do beneficiamento consiste em retirar as impurezas e deixar o produto homogêneo e padronizado.  Para o café em específico, este deve ser limpo, descascado e classificado, para seguir para as sacas e tulhas. 
 
Após quinze dias, em média, que o café foi posto para secar no terreiro, o mesmo já pode ser beneficiado. Na primeira fase do beneficiamento, é utilizada ventilação para separar os grãos de folhas, resíduos, e pequenos galhos. Após isso, serem descascados e retirados os pergaminhos. Em seguida, o café passa por peneiras com diferentes espaços nas telas, para separar os grãos de diferentes tamanhos. Na densimétrica, são separados grãos de densidades diferentes (densidades e massa diferentes não podem usar perfis de torra iguais), assim como defeituosos, como brocados, chochos e ardidos.
 
A sequência citada acima não precisa, necessariamente, ser obedecida. Com o aumento da tecnologia agrícola, inúmeros são os modelos e tipos de equipamentos utilizados no beneficiamento. Esses vão desde máquinas descascadoras (processo que era antigamente realizado com o pilão), a separadores oscilantes circulares, colunas de ventilação, mesas densimétricas, catadeiras com leitura ótica, peneiras e classificadoras por imagem eletrônicas, até mesmo beneficiadoras ambulantes, que são instaladas em carrocerias de caminhões. 
 
É durante  o beneficiamento que são realizadas as seleções dos grãos para serem então classificados como café tradicional, gourmet ou superior, levando em consideração o número de defeitos apresentados. Nessa trilha, podemos observar, em muitas embalagens, a indicação “grãos selecionados”,  mostrando que aquele café passou por algum tipo de rigor durante o beneficiamento. Já os cafés especiais exigem, além disso, uma prova após a torra, para que, assim, se classique quanto à pontuação SCA. Os demais também são provados torrados, mas isso não é condição primordial.  
 
O café, depois de beneficiado, segue para ser armazenado ou em silos, ou tulhas ou em sacas de 60 kgs, e, dessa forma, ser torrado ao longo do ano, ou distribuído para outras regiões. O beneficiamento é fundamental para se obter uma padronização entre as sacas na fazenda, um perfil de torra adequado para cada uma na torrefação e uma classificação de qualidade. 
 

Outros Artigos

> leia mais

Comentários

Deixe seu comentário