Saloon Barbearia promove curso de degustação de cerveja

Fotos: Rogério Vital / Deguste
O Saloon Barbearia, em parceria com a distribuidora Eufrates, promoveu na noite dessa segunda-feira, 22, um curso de degustação de cervejas, com foco nas chamadas cervejas especiais, cujo consumo vem crescendo muito no país nos últimos anos, e em Natal não é diferente.
 
 
O mini curso foi ministrado pelo especialista em cervejas, o empresário Diego Salém, dono da Eufrates, que bebe e estuda a cultura das cervejas há 13 anos. O painel foi dividido em duas etapas: a primeira foi uma abordagem teórica sobre o histórico dessa bebida pelo mundo, e a segunda foi uma bem sucedida degustação harmonizada com pratos elaborados pelo chef da barbearia, Deyvison Bonifácio.
 
Luiz Soares da Cruz Filho, sócio da barbearia, e Diego Salém, dono da Eufrates
 
Salém falou sobre alguns registros históricos, como a da primeira pilsen produzida no mundo, em 1842, na atual República Tcheca, além de destacar as famílias das cervejas, como a Lager e a Ale.
 
 
Nas Ales, a levedura fica sobre o mosto e gera cervejas mais encorpadas, alcoólicas e frutadas, de alta fermentação, com teor alcoólico variando de entre 15° e 24°. Nas Lagers, acontece exatamente o contrário, ou seja, a levedura fica abaixo do mosto e gera cervejas mais leves e menos aromáticas, de baixa fermentação, com teor alcoólico entre 5° e 14°.
 
 
Os participantes do curso puderam conhecer um pouco mais sobre as características das quatro escolas cervejeiras do mundo, que são: a alemã, a belga, a inglesa e a americana. Diego também deu dicas de como preservar a cerveja em casa, que deve ser armazenada verticalmente e ficar longe da luz e do calor.
 
Queijo de coalho com redução cítrica
 
Depois da teoria, foi a vez da parte mais gostosa da noite, a harmonização. A primeira cerveja degustada foi a alemã Ayinger Brauweisse, feita de trigo, que foi escoltada por queijo de coalho com redução cítrica. Foi uma clássica harmonização por semelhança, em que os sabores da bebida e da comida estavam lado a lado.
 
Mini hambúguer de carne bovina com queijo cheddar, bacon e cebola caramelizada
 
Em seguida foi servida outra cerveja alemã, a Lager Celebrator Ayinger, harmonizada com mini hambúguer de carne bovina com queijo cheddar, bacon e cebola caramelizada. Natural da Bavária, é considerada uma das melhores cervejas do mundo. Mas ela não é uma cerveja fácil de beber pelos iniciantes, devido ao seu alto teor de amargor, que não agrada a todos. Mesmo assim, a harmonização foi perfeita. A carne bovina enfrentou bem o amargor da Celebrator.
 
Filé mignon grelhado na manteiga de alecrim, regado de molho de gorgonzola acompanhado de batata rústica
 
Saindo da escola alemã, foi a vez dos convidados degustar a cerveja americana Sierra Nevada, uma Ipa estilo Ale, servida com um Filé mignon grelhado na manteiga de alecrim, regado de molho de gorgonzola acompanhado de batata rústica. Tudo muito harmonioso.
 
 
A penúltima cerveja da noite foi a belga St. Martin Brune, de coloração marrom escura e espuma de média formação e duração. Para muitos dos presentes, foi a melhor cerveja do painel. De aroma adocicado, remete a malte tostado, bananas, passas e chocolate. Esses sabores foram muito bem harmonizados com uma Costelinha suína marinada no vinho tinto com especiarias, assadas e regadas com molho barbecue.
 
 
A degustação foi encerrada com uma cerveja inglesa, a Young's London Stout, representante do tradicional estilo Stout. Feita com muito lúpulo, ela apresenta coloração rubi escuro com colarinho fino cremoso, e revela aromas e sabores ricos em notas tostadas de chocolate e café. Para surpresa dos convidados, a London Stout foi precisamente harmonizada com um Brownie de chocolate com sorvete de creme. Foi um casamento perfeito!
 
 
Para Luiz Soares da Cruz Filho, um dos sócios do Saloon Barbearia, o evento foi um sucesso, devido principalmente a escolha das cervejas degustadas e pelo acerto na harmonização com os pratos, além da explanação de Diego Salém. "Fiquei bastante surpreso com o interesse das pessoas em se aprofundar mais na cultura das cervejas especiais", disse Luiz.
 
 
O empresário já pensa em fazer um segundo curso, em data a ser acertada com Diego Salém, que gostou muito da interação das pessoas durante toda a noite. "Realmente, o público se interessou pela história da cerveja e, principalmente, pela harmonização. Acho que todos ficaram satisfeitos", acrescentou Diego. 
 
Saloom Barbearia
Av. Afonso Pena, 433
Petrópolis - Natal/RN
Fone: (84) 3322-5380
www.facebook.com/saloonoficial

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <