Liliane Moura Confiserie é novidade em Candelária

Fotos: Rogério Vital / Deguste
Crocante de doce de leite com geleia de damasco
 
Há oito anos trabalhando com doces para festas infantis, a doceira Liliane Moura ampliou sua atuação no mercado ao abrir, no final de fevereiro, uma confiserie no bairro de Candelária. O estabelecimento fica na avenida da Integração, no Empresarial Abílio Lourenço.
 
As irmãs Catarina e Liliane Moura, sócias da nova doceria de Candelária
 
A casa é especializada em doces como alfajor, banofe e bolo de pote gelado e foi idealizada após Liliane, seu pai e sua irmã, Eduardo Moura e Catarina Moura, sócios da loja, participarem de uma feira do segmento. "Vimos que podíamos entrar nesse mercado", conta. Segundo Liliane, os clientes das festas infantis também pediam que fosse aberta uma loja.
 
 
 
Natural de Recife, Liliane diz que produzia os doces apenas por hobby quando veio morar em Natal, em 2007. A entrada no mercado aconteceu depois que ela fez os doces para a festa de sua filha, recebendo elogios dos convidados. Hoje, ela os fornece para cerca de 70 festas por mês.
 
Outros doces que a confiserie dispõe são o Três Sensações (brownie, sorvete e um sonho de valsa), Fondue e Escondidinho de Brownie. Esses dois últimos têm sido muito pedidos e elogiados, segundo Liliane.
 
Bolo de pote gelado  
 
A confiserie vai auxiliar a parte infantil. O atendimento para as encomendas é feito lá. Com a estrutura da loja, Liliane também lançou um “kit de emergência” com doces para festas de última hora com poucas pessoas. Ele é composto de seis pirulitos, 10 bombons decorados, 8 alfajores no crepon e um bolo para oitos pessoas e fica à disposição diariamente para pronta-entrega.
 
Liliane Confiserie abre das 12h às 19h de segunda a sexta-feira e das 11h às 19h aos sábados. Nas sextas funciona até 20h30.
 
Liliane Moura Confiserie
Av. da Integração, 1943
Empresarial Abílio Lourenço
Fone: (84) 2020-1590 | 99690-0202
Instagram: @confiserielm | @liliane_moura
Facebook: /lilianemoura

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <