Concha y Toro promove degustação de vinhos em Natal

Fotos: Rogério Vital / Deguste
Adelino Marino, proprietário da Padaria Mercatto, o sommerlier Eduardo Lopes e Jailton Rocha, representante da VCT Brasil no RN


A vinícola Concha y Toro trouxe a Natal o sommelier Eduardo Lopes para apresentar parte do portfólio da empresa, com destaque para os seus principais rótulos. A degustação aconteceu na Padaria Mercatto, do empresário Adelino Marinho, na noite dessa segunda-feira, 19, para um grupo de 30 pessoas convidadas.

Rótulos da Concha y Toro que foram apresentados nessa segunda-feira (19) na Mercatto
 
 
Sommelier Eduardo Lopes fez a apresentação de vinhos da Concha y Toro
 
Enquanto apresentava os vinhos, Eduardo Lopes falava sobre a empresa, fundada em 1883 no Chile, e que tem seus vinhos representados no país pela VCT Brasil, filial do da Concha y Toro Group.
 
Uma das gigantes na produção mundial de vinhos, a Concha y Toro tem mais de 10 mil hectares de terras plantadas, sendo 8.802 hectares no Chile, 1.134 na Argentina e 453 hectares nos Estados Unidos. E suas exportações já chegam a 140 países.
 
Um grupo de 30 convidados participou do evento
 
O primeiro vinho a ser servido foi o Gran Reserva Sauvignon Blanc 2014, ideal para acompanhar peixes e frutos do mar. Trata-se de um vinho com bom frescor, cheio de aromas cítricos e algumas notas de ervas frescas.
 
 
O Concha y Toro Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2014 foi o segundo vinho aberto por Eduardo Lopes. É muito concentrado e apresenta coloração rubi profunda com aroma de frutas vermelhas com toque de chocolate e cassis. É ideal para acompanhar pratos de sabores intensos.
 
 
Com estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês, o Marques de Casa e Concha 2013 foi servido na sequência da degustação. Eduardo Lopes ressaltou para os convidados as muitas qualidades desse vinho e sua excelente relação custo/benefício. De coloração vermelho-rubi intenso, no olfato se percebem aromas de frutas vermelhas maduras, como ameixa, groselha, amora, notas de tosta, e especiarias. Na boca é intenso, volumoso, estruturado e de sabor frutado. Vinho de intensa complexidade aromática e muito agradável na boca. O Marques de Casa Concha Cabernet Sauvignon tem sido premiado ano após ano com notas muito elevadas por parte da crítica especializada. "Esse vinho nunca recebeu uma nota inferior a 90 pontos", revela o sommelier.
 
 
Ícone da Concha y Toro, o vinho Don Melchor 2011 fechou a degustação. A tradição e o bom uso de tecnologia explicam o sucesso de um dos rótulos mais famosos da vitivinicultura chilena, produzido pela primeira vez em 1987. O enólogo responsável pelo sucesso desse vinho hoje é Enrique Tirado.
 
Eduardo Lopes começou falando sobre o caráter mundial desse vinho, que recebe os melhores adjetivos possíveis da crítica especializada, como esta safra 2011, que foi agraciada com 94 pontos pela revista norte-americana Wine Spectator. "É um vinho clássico, poderoso, elegante e de muita profundidade", elogia o sommelier.
 
 
Elaborado com 99% de Cabernet Sauvignon e apenas 1% de Cabernet Franc, no nariz evoca os bons aromas de frutas vermelhas frescas, um pouco de pimentão e toques de couro. Seus taninos são presentes mas finos, e na boca tem acidez equilibrada. Seu conjunto é, sem dúvida, maravilhoso, e justifica toda a sua fama e desejo de enófilos mundo afora.
 
 
Jailton Rocha, representante da VCT Brasil do Rio Grande do Norte, e que organizou a degustação em Natal, explicou que esse tipo de evento tem por objetivo o de aproximar os vinhos da Concha y Toro de grupos formadores de opinião. "Esta foi a primeira vez que a Concha y Toro disponibilizou um sommelier para conversar diretamente com as pessoas em Natal", revelou.
 
Padaria Mercatto
Av. Nascimento de Castro, 1900
Lagoa Nova - Natal/RN
Fone: (84) 2010-5555
Instagram: @padariamercatto

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <