A infinidade de sabores do Ervas & Temperos, na CEASA

Fotos: Rogério Vital / Deguste
Estabelecimento tem até mesmo produtos próprios
 
Em meio aos diversos estabelecimentos instalados na CEASA/RN (Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte), um deles se destaca há mais de 20 anos levando sabor à mesa do consumidor, além de promover hábitos saudáveis: a Ervas & Temperos.
 
Ana Lígia Medeiros e Pedro Paulino Filho tocam o estabelecimento há mais de 20 anos
 
Com cerca de 500 produtos em suas prateleiras, o local é uma espécie de oásis para quem precisa de itens para incrementar receitas na cozinha. Ou simplesmente viver melhor, no caso dos fitoterápicos que a loja vende.
 
 
Tudo começou em 1993, com oferta de produtos para o primeiro dos públicos. O fundador, o farmacêutico paraibano Pedro Paulino Filho, apostou na vocação turística de Natal, com hotéis e restaurantes de cozinha internacional, e criou o estabelecimento. Ele lembra que na época comercializava apenas alho e outras poucas especiarias.
 
 
Mas, com o aumento da demanda, Pedro foi, ao lado da esposa – Ana Lígia Medeiros Cirne, incrementando o mix de produtos. A linhaça, por exemplo, chegou primeiro em Natal na Ervas & Temperos, antes mesmo de ter seus benefícios amplamente divulgados na mídia.
 
Daí em diante o casal não parou de trazer novidades, inclusive na parte medicinal. O número atual de chá e ervas, atualmente, chega a 100. Os mais procurados são hibisco, verde, alcachofra e cavalinha, segundo Ana Lígia.
 
Ervas & Temperos fica no Box 09 da CEASA
 
O casal ainda encontrou espaço para produtos de fabricação própria, já que Pedro é farmacêutico. Ele elaborou cinco produtos: sal de ervas, tempero de ervas sem sal, sal aromático, sal de bacon e sal temperado para churrasco.
 
A Ervas & Temperos funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 5h30 às 12h30, e aos sábados, das 6h às 12h.
 
Ervas & Temperos
Av. Cap. Mor Gouveia, s/n – Box 09 – CEASA
Lagoa Nova – Natal/RN
Fones: (84) 3206-0140 | 3302-6829 | 98885-2881 (WhatsApp)

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <