Magazzino apresenta os vinhos da Viña Tinajas em jantar no Cascudo Bistrô

Fotos: Benício Siqueira / Deguste
Juan Mena, dono da Tinajas, Ângela Bottezel, secretária da Hannover, Verônica e Marcelo Chianca, donos do Magazzino, Nils Dosner, dono da Hannover, e o chef Daniel Cavalcanti, do Cascudo Bistrô
 
Um concorrido jantar promovido na noite dessa quinta-feira(05) pelo Magazzino Vinhos & Cozinha, no Cascudo Bistrô, apresentou ao natalense os vinhos chilenos da Viña Tinajas linha Viejo Feo, recentemente incorporados ao seu portfólio.
 
Vinhos Tinajas da linha Viejo Feo foram apresentados no evento
 
Para falar sobre os vinhos, o Magazzino recebeu a visita do empresário Nils Dosner, da Hannover, importador da Viña Tinajas, que trouxe a Natal o dono da vinícola, o enólogo Juan Mena.
 
Com cerca de 350 hectares e produção anual de 200 mil caixas, a Viña Tinajas fica localizada no Maule, a maior região vinícola do Chile. Seus vinhos, que incluem, também, uma linha reserva ainda não disponível no Brasil, são exportados para vários países, como Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos, Canadá, Japão, China e Corea. 
 
 
Os vinhos da Viejo Feo são da linha de entrada da vinícola, e têm como principal característica um sabor frutado bem presente. São três rótulos: um Chardonnay, um Carménère e um Cabernet Sauvignon, todos com preços bastante competitivos devido, sobretudo, a sua qualidade.
 
O jantar contou com ótima adesão do público natalense
 
O jantar harmonizado foi assinado pelo chef Daniel Cavalcanti que, juntamente com Marcelo Chianca, do Magazzino, pensaram em pratos que valorizassem os vinhos. 
 
De entrada foi servida uma Fritada de frutos de mar com o Viejo Feo 100% Chardonnay. Aqui, a harmonização foi perfeita, pois os frutos do mar interagiram muito bem com o frescor do vinho, que não passa por barricas.
 
Fritada de frutos do mar
 
De coloração amarela e nuances esverdeadas, este Chardonnay tem aromas agradáveis de frutas cítricas tropicais, como abacaxi, maracujá, maçã e um leve toque mineral, com acidez equilibrada. 
 
É um vinho de excelente relação preço x qualidade, que, por custar apenas R$ 50,00 recebeu muitos elogios dos convidados do jantar.
 
O segundo prato servido por Daniel Cavalcanti foi um Bife de chorizo à provençal com purê de inhame e jerimum, que estava macio e saboroso. 
 
Bife de chorizo à provençal com purê de inhame e jerimum
 
O vinho escolhido foi o surpreendente Viejo Feo Carménère com leve estágio em barricas, em que 50% do vinho permanece por seis meses em toneis de carvalho. Tem aromas e sabores de frutas vermelhas maduras, de chocolate e um leve tostado, resultando em um vinho leve e muito agradável em boca, e sem aquela nota herbácea, tão característica da Carménère.
 
Um Stinco de cordeiro com xerém de porcini foi o prato escolhido para fazer par com o vinho Viejo Feo Cabernet Sauvignon. O casamento foi perfeito. A textura e sabor do stinco fizeram muito bem ao vinho, que valorizou o prato dando-lhe equilíbrio.
 
Stinco de cordeiro com xerém de porcini 
 
Metade deste vinho também permanece durante seis meses em barricas de carvalho. O resultado é um vinho fresco de uma linda cor vermelha rubi. E nos aromas destacam-se notas de frutas frescas, ameixas, tabaco e especiarias. Em boca é equilibrado e seus taninos são macios, com final de média persistência.
 
O jantar foi finalizado com sobremesa, um Pudim de rapadura e flor de sal. O vinho escolhido por Marcelo Chianca foi o Porto Ruby CereMony. Escolha perfeita!
 
Pudim de rapadura e flor de sal
 
No final, Chianca informou aos convidados que, a partir do próximo ano, a linha reserva também estará a disposição do natalense.
 
Magazzino Vinhos & Cozinha
Rua Potengi, 576
Petrópolis - Natal/RN
Fone: (84) 3212-1477
Instagram: @sabormagazzino
 
Cascudo Bistrô
Rua Seridó, 740 (Praça das Flores)
Petrópolis - Natal/RN
Fone: (84) 3202-1005
Instagram: @cascudobistro
Facebook: /cascudobistro

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <