Recheado de restaurantes estrelados, Algarve desponta como o maior destino gastronômico de Portugal

Fotos: Divulgação
Praias com paisagens de tirar o fôlego e hotéis de alto nível. Esses atrativos fazem do Algarve, em Portugal, um destino turístico com demanda crescente. É a gastronomia, porém, que vem o colocando no topo e atraindo chefs renomados visitantes interessados em turismo gastronômico. Com oito restaurantes estrelados no Guia Michelin, a região é, atualmente, a que mais tem essa honraria em Portugal.
 
João Oliveira serve o prato acima em seu restaurante, o Vista
 
Dos oito, dois restaurantes ganharam estrelas na publicação em 2018: o Gusto de Heinz Beck, comandado pelo chef executivo italiano Daniele Pirillo; e o restaurante Vista no Bela Vista Hotel & Spa, chefiado pelo jovem João Oliveira.
 
Outra criação do chef João Oliveira
 
No Gusto, instalado no Conrad Algarve, Daniele Pirillo pratica uma cozinha mediterrânea inovadora, mesclando sua experiência com a de Heinz Beck (reconhecido com três estrelas Michelin). Os pratos são combinados a uma impressionante carta de vinhos, coquetéis premiados e menu de charutos cubanos. 
 
O chef Dieter Koschina é o responsável pelo Vila Joya  
 
O Vista, de João Oliveira, traz pratos da origem do chef, sob influência dos maravilhosos mariscos dos oceanos do Algarve, fundidos com os sabores sofisticados do seu passado no norte. Para a experiência ficar ainda mais completa, é possível degustar o menu combinando 3, 5 ou 8 pratos com emparelhamento de vinhos.
 
Chef austríaco Hans Neuner comanda o restaurante Ocean
 
Um chef brasileiro, Henrique Lei, também se instalou no Algarve. No restaurante que leva seu nome, ele oferece, em um ambiente rústico, pratos clássicos franceses com um toque de brasilidade. Exemplo: noisettes de carne de veado com molho poivrade, e duo de tainha vermelha e vieiras com mousseline de aipo. O Bom Bom é tradição no Algarve, com o chef Louis Anjos no comando de um cardápio recheado de pratos locais de qualidade.
 
Acima, um prato com assinatura do chef Hans Neuner
 
No Restaurante Ocean, localizado no hotel Vila Vita Parc, o chef austríaco Hans Neuner utiliza técnicas inovadoras de alta cozinha em ingredientes produzidos localmente. Premiado com duas estrelas, ele é responsável por pratos como o Miral Pigeon com amora, chicória e nozes pretas, e John Dory, servido com alcachofra “queimada”, flor de abobrinha e polvo.
 
Este prato também uma criação do chef austríaco Hans Neuner
 
O chef Leonel Pereira é responsável pela cozinha clássica do São Gabriel. Com formação na Academia Alain Ducasse, no Le Nôtre e no Institute of Culinary Arts, e com passagens por grandes hotéis como o Cipriani em Veneza, ele propõe um menu criativo e contemporâneo. O Vila Joya, do chef Dieter Koschina, também é reconhecido por suas inovadoras técnicas culinárias europeias e foi selecionado como um dos “50 Melhores Restaurantes do Mundo”. Com serviço impecável, o restaurante serve os ingredientes mais frescos das fazendas regionais e do mar. Alguns exemplos são: o pintado recheado com trufas negras e alcachofras, o fígado de ganso assado e servido em um purê de brócolis com enguia defumada e o bacalhau emblemático de Portugal, confitado e combinado com coulis de beterraba e iogurte.
 
Prato do cardápio do Vila Joya, do chef Dieter Koschina
 
O alemão Willie Wurger é outra figura emblemática do cenário gastronômico da região: ele deixou um rastro de estrelas Michelin em todo o Algarve. Desde que chegou à região no início dos anos 80, Wurger se envolveu em diferentes restaurantes que foram marcos locais. Hoje, dirige o seu próprio restaurante, o Willie’s, que recebe uma estrela todos os anos desde 2006. A sua especialidade é a cozinha da Europa Central, em receitas como os raviolis de marisco feitos à mão com molho cremoso de Vermute. O restaurante está tranquilamente escondido atrás do Hilton Resort, na área residencial de Vilamoura.

Comentários

Deixe seu comentário

voltar <