Fazenda Caju faz venda de queijos em relação de confiança

Publicado por Rodrigo Hammer em 23 de set de 2019

Compartilhe:

Marinho de Souza vende seus queijos na confiança

O autoatendimento é uma realidade nos dias atuais, em que a tecnologia tem se tornado cada vez mais útil. No entanto, na Cecafes (Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária), em Natal, um dos boxes está experimentando, há seis meses, essa modalidade praticamente sem uso de equipamentos, só na relação de confiança com o cliente.

O responsável pela iniciativa é Marinho de Sousa, que comanda a Fazenda Caju, uma pequena propriedade no distrito de Gravatá, em Ceará-Mirim, na Grande Natal. Ele encontrou no autoatendimento a melhor forma para aumentar as vendas dos queijos que produz no lugar.

Marinho explica que optou por esse formato por uma questão de logística, já que precisa estar presente na fazenda durante quase toda a semana para produzir os queijos. Ele está satisfeito com o andamento do negócio.

Os clientes anotam no carderno os queijos que levaram

O autoatendimento da Fazenda Caju na Cecafes funciona da seguinte maneira: o cliente escolhe o produto e deposita o valor referente em uma urna. Depois só precisa anotar em um caderno o que levou e como efetuou o pagamento, pois também existe a possibilidade de transferir o dinheiro para uma conta bancária do estabelecimento. Nessa segunda forma, é necessário enviar o comprovante da transação para um telefone via WhatsApp.

As vendas nesse formato também têm agradado a clientela. O servidor público federal Thiago Pereira conta que conheceu o box da Fazenda Caju há um mês, após indicação de amigos, e aprovou. “Fiquei admirado. É algo inusitado nos dias de hoje. Mas o proprietário me disse que as pessoas têm sido bem corretas com ele”.

O engenheiro eletricista Jackson Azevedo concorda. Ele achou muito boa a ideia. “Inclusive, registrei o momento para postar nas minhas redes sociais. Não tinha visto ainda aqui em Natal”.

Aos sábados, Marinho de Sousa marca presença no box no 15 da Fazenda Caju e realiza degustação dos queijos.

O autoatendimento tem sido uma experiência positiva

A Fazenda Caju produz mais de dez tipos de queijos, a maioria deles curados durante pelo menos 30 dias. Eles levam nomes de localidades da região de Ceará-Mirim, como Vale Verde, Guaporé, Mucuripe e Oiteiro. São receitas únicas, que expressam todo o sabor do terroir, ressalta Marinho de Sousa.

Os queijos são feitos com leite cru extraídos de gado da raça Gir Leiteiro. A Fazenda Caju é certificada com um selo do IDIARN (Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN) que atesta que a propriedade é livre de tuberculose e brucelose.

No box, o cliente também encontra leite de vaca e itens derivados de leite para compra. O horário de funcionamento é das 6h às 15h, de segunda- feira a sábado.

Fazenda Caju
Av. Jaguarari, 2454
Cecafes – Box 15
Lagoa Nova – Natal/RN
Fone: (84) 99961-5589
Instagram: @fazenda_caju